pressupostos Internacionais do Coaching

Os 10 pressupostos Internacionais de Coaching.

“A vida é mesmo simples, mas insistimos em fazê-la complicada.” – Confucius

Introdução.

Os 10 pressupostos internacionais do Coaching são princípios gerais orientadores da prática do Coaching pelo mundo. Princípios éticos que devem ser seguidos e respeitados na prática nas sessões de Coaching.

O Coaching rege-se por esses 10 pressupostos básicos que, deverão ser aceites e vividos pelo Coach. São eles:

1- As perguntas.

“O Coach tem as perguntas e o cliente as respostas.” Significa que o Coach parte do princípio que o cliente tem sempre as respostas e que cabe ao Coach a realização de perguntas poderosas para terem o impacto necessário no Coachee.

2- O respeito.

“O mapa não é um território.” Ou seja, o Coach tem total respeito e sigilo ético pela maneira de ser do Coachh e pelo seu ‘mapa-mundo’.

3- O Feedback.

“Não há falhanço, só há Feedback.” O feedback constante dado ao Coachee é vital para este ir ajustando os resultados obtidos. Estes resultados não são vistos como ‘falhanços’ mas como um caminho, através de tentativa e erro, para chegar a um fim.

4- Os recursos.

“Todas as pessoas têm os recursos dentro delas, ou podem adquiri-los.” O Coach parte do princípio que o Coachee tem todos os recursos necessários, disponíveis dentro dele ou possíveis de serem adquiridos por este.

5- A melhor opção do momento.

“As pessoas optam sempre pela melhor opção que têm disponível no momento tendo em conta o seu contexto.” Tal como nós, que tomamos a escolha que melhor satisfaz determinada questão, consoante o contexto e os recursos disponíveis no momento, também o Coachee. E nesse sentido, o Coach deverá respeitar, com humildade e sem julgamento, a decisão do Coachee.

6- Causa / efeito.

“Cada pessoa cria a sua própria realidade.” O que está a acontecer ao Coachee, a realidade que este está a viver, é criada por ele.pressupostos Internacionais de Coaching

7- A ação.

“Se queres compreender, age.” É a única forma para se compreender todo o processo é com ação. Aje e toca tudo à tua volta.

8- A flexibilidade.

“Se não estás a ter resultados, faz de outra maneira.” A flexibilidade, aliada ao feedback, permite alterar, ajustar, fazer as coisas diferente para ter resultados diferentes.

9- O positivo.

“Todo o comportamento tem por detrás uma intenção positiva.” Aqui não se trata de bons ou maus comportamentos mas de intenções ou seja, todo o comportamento, toda a ação, têm na sua origem uma intenção positiva.

10- A não imposição.

“Nenhum destes pressupostos são para impor ao teu cliente.” Nada é imposto ao Coachee.

“As coisas não mudam – nós mudamos.” – Henry David Thoreau

 Photo credit:  paojus alquiza, Muhammad Ahmed, via Compfight 


Artigos relacionados:

About The Author

Eduardo Parreira da Fonseca

Licenciado em Informática, é consultor em Tecnologias de Informação, Coach com certificação internacional e frequenta o Master Coach. Criador de ComeçaAgora e autor dos livros 'Coaching Workbook' e 'Bloco de Coaching'.

Leave A Response

Confirme p.f. * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

* Denotes Required Field